Soluções Visure


Suporte
Inscrições
Entrar
Comece um teste gratuito

Práticas recomendadas para MBSE

Práticas recomendadas para MBSE

Conteúdo

Model-Based Systems Engineering (MBSE) é uma metodologia de engenharia de sistemas que enfatiza o uso de modelos para definir, projetar, analisar e verificar sistemas complexos. O MBSE oferece vários benefícios em relação às abordagens tradicionais de engenharia de sistemas, incluindo melhor comunicação, maior eficiência e melhor qualidade do sistema. Para obter esses benefícios, as organizações devem implementar as melhores práticas de MBSE, que são projetadas para garantir o sucesso das iniciativas de MBSE.

Neste artigo, discutiremos as metas e práticas recomendadas do MBSE, incluindo a importância de um escopo bem definido, o uso de modelos como fonte única de verdade e a necessidade de comunicação e colaboração eficazes entre as partes interessadas.

MBSE

Definindo o Escopo

Definir o escopo de um projeto MBSE é crucial para seu sucesso. Uma compreensão clara dos objetivos e requisitos do sistema garante que todas as partes interessadas estejam alinhadas e trabalhando para o mesmo objetivo. O escopo de um projeto MBSE deve ser definido em termos de limites, interfaces, funções e requisitos de desempenho do sistema. Essa definição deve ser documentada e comunicada a todas as partes interessadas para garantir um entendimento compartilhado das metas e objetivos do projeto.

Usando modelos como uma única fonte de verdade

O uso de modelos como fonte única de verdade é um princípio fundamental do MBSE. Os modelos são usados ​​para capturar, representar e comunicar os requisitos, projetos e arquiteturas do sistema. Os modelos podem ser gráficos, textuais ou matemáticos e podem ser usados ​​para simular, analisar e validar o comportamento do sistema. Os modelos fornecem uma representação consistente, inequívoca e precisa do sistema e servem como base para comunicação e colaboração eficazes entre as partes interessadas.

Os modelos devem ser desenvolvidos e gerenciados usando uma abordagem sistemática que inclua o uso de padrões de modelagem, diretrizes e melhores práticas. As ferramentas de modelagem devem ser selecionadas com base nos requisitos do projeto, e os modelos devem ter controle de versão e backup regular.

Comunicação e colaboração eficazes

Comunicação e colaboração eficazes entre as partes interessadas são essenciais para o sucesso de um projeto MBSE. As partes interessadas incluem engenheiros de sistema, especialistas em domínio, arquitetos, designers, desenvolvedores e clientes. O MBSE requer uma abordagem multidisciplinar que envolve a colaboração de partes interessadas de várias disciplinas e domínios.

Para garantir comunicação e colaboração eficazes, os projetos MBSE devem incluir reuniões regulares, revisões e atualizações de status. As partes interessadas devem ter uma compreensão compartilhada dos requisitos, design e detalhes de implementação do sistema. Ferramentas como wikis, salas de bate-papo e videoconferência podem facilitar a comunicação e a colaboração eficazes.

Gerenciando a Complexidade

O gerenciamento da complexidade é um dos principais objetivos do MBSE. Os sistemas complexos têm numerosos componentes e subsistemas interdependentes que interagem de maneiras imprevisíveis. O MBSE fornece uma abordagem estruturada para gerenciar a complexidade ao dividir o sistema em componentes e subsistemas menores e mais gerenciáveis. Cada componente e subsistema é modelado separadamente e depois integrado ao modelo geral do sistema.

Ferramentas de modelagem como SysML fornecem construções que podem ser usadas para representar sistemas complexos, incluindo estruturas hierárquicas, interfaces, restrições e comportamentos. Essas construções permitem que as partes interessadas modelem sistemas complexos de maneira clara e concisa, reduzindo a probabilidade de erros e mal-entendidos.

Validação e Verificação do Modelo

A validação e verificação do modelo são críticas para o sucesso de um projeto MBSE. A validação do modelo é o processo de garantir que o modelo represente com precisão os requisitos, projetos e comportamentos do sistema. A verificação do modelo é o processo de garantir que o modelo atenda aos padrões de qualidade do projeto, incluindo integridade, consistência e correção.

A validação e verificação do modelo devem ser realizadas regularmente durante todo o ciclo de vida do projeto. Ferramentas como ferramentas de simulação e análise podem ser usadas para validar e verificar o modelo do sistema. Artefatos de verificação, como casos de teste e resultados de teste, devem ser vinculados ao modelo do sistema para garantir rastreabilidade e integridade.

Conclusão

Model-Based Systems Engineering (MBSE) é uma metodologia poderosa que ajuda as organizações a gerenciar a complexidade do desenvolvimento de sistemas complexos. A implementação do MBSE em sua organização pode levar a um melhor design do sistema, maior eficiência, redução de erros e maior colaboração. Seguindo as melhores práticas descritas acima, as organizações podem garantir o sucesso de seus projetos MBSE.

Os principais objetivos do MBSE incluem melhorar o design do sistema, aprimorar a comunicação e a colaboração entre as partes interessadas e reduzir erros e retrabalho. Para atingir esses objetivos, é essencial seguir as melhores práticas, incluindo o desenvolvimento de um plano de engenharia de sistemas claro e abrangente, estabelecendo um processo robusto de gerenciamento de requisitos, aproveitando os padrões e estruturas existentes, promovendo a colaboração e a comunicação entre as partes interessadas e selecionando a ferramenta MBSE certa.

A implementação do MBSE pode ser desafiadora, mas seguindo essas práticas recomendadas, as organizações podem perceber os benefícios de uma abordagem baseada em modelo, incluindo design de sistema aprimorado, custos reduzidos e tempo de lançamento no mercado mais rápido.

Não se esqueça de compartilhar esta postagem!

Saída